Por dentro das notícias

Páginas

26 de dez de 2010

Bolsa Formação é negligênciada em Pernambuco!

                                                                             / 


Policiais Militares que participam do PRONASCI (Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania), e recebem o BOLSA FORMAÇÃO, estão sendo prejudicados com a morosidade da homologação e aprovação do benefício. Como um modo de incentivo, o Governo Federal, instituiu o incentivo pecuniário para que os profissionais de Segurança Pública pudessem dedicar mais tempo de suas horas de folga aos cursos da SENASP (Secretaria Nacional de Segurança Pública), haja vista ser do conhecimento de todos o quão ingrato é o soldo dos Militares estaduais, e além disso, legalmente tais profissionais não podem exercer outra função remunerada, sendo estes exclusivos para a função policial. A Bolsa também serviu como agente inibidor dos famosos 'bicos', serviços prestados por estes Militares na folga, uma espécie de tercerização da profissão exercida nas fileiras Policiais. A realidade atual é que, os cabos e soldados da PMPE, estão tendo um furo orçamentário de R$ 443,00 (valor atual da Bolsa Formação), e como estes são os únicos a perceberem tal benefício, pois estão alocados na faixa salarial estipulada pela SENASP para recebimento do Benefício (até R$ 1.700,00), não é de interesse da Corporação, ou na melhor das hipóteses, não é prioritário para os responsáveis pelo tramite que habilita o PM a receber novamente a Bolsa, que tal vantagem venha ocupar seu valioso tempo, pois estes nunca receberam! Em ditado popular, a descontinuidade da Bolsa Formação para os demais que não a percebem, é PIMENTA NOS OLHOS DOS OUTROS. O caso não é desconhecimento de causa, pois em carta fechada aos integrantes da Corporação e especialmente aos Cabos e Soldados, a justificativa para aceitação de um irrisório reajuste que houve neste ano (2010), fora que, se caso obtivéssemos um valor superior em percentual do que fora-nos dado pelo Governo, perderíamos o Bolsa Formação, logo, é do Conhecimento do Governador, do Comando Geral, e dos demais Responsáveis que os Cabos e Soldados dependem e precisam de agilização para recebimento da Bolsa, o grande problema é que não há interesse pois o benefício não alcança os andares superiores da pirâmide composta pelos que fazem a Segurança de Pernambuco.
Blog do Consumidor

Fonte: Blog do Adeilton 9599/Blog Diniz K-9/GEPPMBMDOSERTÃO

Nenhum comentário:

Postar um comentário