Por dentro das notícias

Páginas

27 de jan de 2011

Salários PMPE e CBMPE: Passaram-se dois meses desde que foi criado o Grupo de trabalho para debater acerca de nosso rejuste e até hoje nada...

Prezados amigos militares estaduais de Pernambuco. Passaram-se dois meses desde que foi criada a Portaria GAB / SDS Nº 2372, de 22/11/2010, que instaurava um prazo de 90 dias para que a comissão designada pela SDS-PE (Grupo de Trabalho integrado por representantes da Secretaria de Defesa Social - SDS/PE, da Polícia Militar do Estado de Pernambuco - PMPE e do Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Pernambuco - CBMPE), com a finalidade de debater temas de interesse das corporações, especialmente o Plano Estratégico-2011 e questões relacionadas à Política Salarial. Após esses dois meses nenhum resultado foi apresentado pela comissão nem as entidades representativas de nossa classe se manifestaram no tocante ao assunto. Ao que tudo indica o elástico prazo vai ser cumprido à risca. Tal prazo é uma afronta à nosso compromisso com a segurança pública no estado, tendo em vista que em situação similar o prazo que a SDS-PE estipulou para o grupo de trabalho apresentasse relatório sobre o reajuste da Polícia Civil foi de apenas 45 dias, ou seja, metade do prazo estipulado à PMPE. Não temos nada contra a Polícia Civil, pois nossa vontade é que todas as polícias sejam valorizadas, porém não entendemos o motivo da diferenciação no tratamento entre ambas forças policiais por parte do governo, tendo em vista que pertencem à mesma secretaria. Portanto, já que as entidades que tem a obrigação de nos defender se mantém caladas e aguardando o fim do elástico prazo, nos resta também aguardar. A minha intenção com esta postagem foi somente lembrar aos companheiros que o prazo está findando e que até agora o governo não se manifestou no tocante à valorização dos profissionais que fazem do seu famoso e invejado "Pacto pela vida", um sucesso, com reduções inéditas nos índices de homicídio. No entanto, apesar desses guerreiros, verdadeiros heróis da vida real, darem suas vidas pela segurança pública de Pernambuco, o estado insiste em continuar pagando um salário incompatível com o risco da profissão e os deixa à mercê da própria sorte, sem o apoio merecido por parte do governo, não só em relação ao salário, mas também peca por não dar uma assistência médica de qualidade através de um bom plano de saúde para esses que arriscam suas vidas praticamente com "a cara e a coragem". Nos resta aguardar, pois o Grupo ainda tem quase 1 mês para apresentar o relatório circunstanciado, com o impacto financeiro das suas conclusões com, pelo menos, três alternativas para resgatar a dignidade da família Policial e Bombeiro Militar do Estado de Pernambuco. Que Deus ilumine as mentes dos componentes desse grupo, assim como, também as mentes do nosso Secretário de Defesa Social e consequentemente do nosso Governador, para que dessa forma tenhamos resgatada nossa dignidade e se evite um movimento reinvidicatório que causaria sérios transtornos ao lindo e vitorioso "Pacto pela Vida". Fonte: Blog Diniz K-9/gepmbmdosertao.blogspot.com

FBC revela que Codevasf vai gerir a transposição

Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) irá gerir a transposição do Rio São Francisco, após o término das obras, foi o que anunciou o ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra Coelho. A ideia original era criar uma estatal para gerir a transposição, uma espécie de Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) federal. Seria a Águas Integradas do Nordeste S.A. (Agnes). No entanto, para Bezerra, apesar do crescimento do quadro de pessoal, o gasto será menor. “Certamente a Codevasf será reforçada (com a contratação de pessoal), mas evitaremos a criação de mais uma empresa pública”, ponderou Fernando Bezerra Coelho. A Codevasf conta hoje com 1.560 funcionários na sede, sete superintendências regionais e três escritórios. Bezerra Coelho confirmou que o número de servidores será ampliado para a nova atribuição.Oficialmente chamada de Projeto de Integração do Rio São Francisco (PISF), a transposição custará R$ 4,5 bilhões – sem contar a revitalização do rio, que eleva o investimento para R$ 6 bilhões. A obra envolve a construção de dois grandes canais que distribuirão parte da água do rio entre Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte e Ceará. De acordo com ele, até o próximo dia 31, a execução física da transposição estará em 50%. A partir de julho, o Eixo Leste já estará em operação, com pleno funcionamento até o final do ano que vem. O Norte está previsto para o final de 2012.
Fonte: www,carlosbritto.com;geppmbmdosertao.blogspot.com

Maior julgamento da história de Petrolina coloca no banco dos réus 15 acusados de ligação com PCC

O grande número de policiais federais, militares e civis com coletes à prova de bala e armados com fuzis e metralhadoras quebraram a rotina do Fórum de Petrolina na manhã desta quinta-feira (27). O forte aparato foi montado para garantir que 15 pessoas acusadas de ligação com uma das facções criminosas mais conhecidas do País – o Primeiro Comando da Capital (PCC), localizado em São Paulo – fossem levadas a júri. Esse é considerado, até hoje, o maior julgamento da história da cidade. Contra o grupo pesam acusações de falsificação de documentos, posse de armamento pesado (como fuzis), além de vários assaltos. Num deles o alvo foi a agência do Banco do Brasil de Sento Sé, norte da Bahia. Os supermercados Gigo e Bontempo, em Petrolina, também foram assaltados pelo grupo. Todos os envolvidos já vinham sendo investigados pela Polícia Federal (PF), que deflagrou a Operação Novo Cangaço para desbaratar a quadrilha. O julgamento, que ainda acontece no Fórum de Petrolina, está sob a responsabilidade do juiz criminal Edílson Moura. A maioria dos acusados é de fora da região,à exceção de Almir Barbosa de Sá, e do tio dele, Sebastião Elói Barbosa (mais conhecido por ‘Sebastião Zuada’), que moram em Petrolina. Pelas investigações da PF, Sebastião guardava em sua residência, no perímetro irrigado Maria Tereza (KM 25), parte do arsenal do grupo, e recebia por isso. Segundo informações, ele teria sido convencido pelo sobrinho. A única mulher presa na operação também é de Petrolina. Adileide Alencar dos Santos, que não compareceu ao Fórum, é ex-mulher de Almir. Ela foi detida na residência de um conhecido odontólogo da cidade, com quem mantinha relacionamento conjugal. Pelo que a reportagem do Blog apurou, o único envolvimento de Adileide com o grupo foi de ter recebido um notebook do ex-marido, e não deve ir a julgamento. Os outros acusados são os irmãos Emanuel Alves Maia, Rinaldo Alves Maia e Tarcísio André Alves Maia; Paulo Silva Lima; Eric Novaes Alves; Daniel Santos; Charles Feliciano Batista; Elias Hirossi Cobre; Valter Pereira da Silva; Davi Marques dos Santos; Reginaldo da Silva e Donizete Santos Barreto.
Fonte: Blog do Carlos britto/geppmbmdosertao.blogspot.com