Por dentro das notícias

Páginas

24 de set de 2010

Tiririca atribui ao personagem discurso ‘desrespeitoso’

                                                                                 


A entrevista com foi publicada no site Eleições 2010, do Diario, na última sexta-feira. Mas a conversa que a repórter Ana Luiza Machado teve com Tiririca, o mais baladado – e certamente polêmico - personagem da campanha deste ano vale uma ‘reprise’ no Blog. Confira:
Nascido em Itapipoca, no interior do Ceará, Francisco Everardo Oliveira Silva, 45 anos, nacionalmente conhecido pelo seu nome artístico Tiririca, é uma das surpresas desta campanha eleitoral.
Será, ao que tudo indica, um dos candidatos mais votados no estado de São Paulo, quiçá do Brasil. A expectativa é que ele ultrapasse a marca de um milhão de votos.
Ele disputa com 1.168 pessoas uma das 70 vagas na Câmara dos Deputados pelo Partido Republicano (PR) com o slogan “Vote Tiririca, pior que tá não fica”.
A sua propaganda gratuita eleitoral é tão polêmica quanto a sua candidatura que foi vista inicialmente como uma afronta ao Congresso.
Ao som da paródia da música que o consagrou, Florentina, ele diz frases como “o que é faz um deputado federal? Na realidade eu não sei, mas vote em mim que eu te conto” e “se você está cansado de quem trambica, vote no Tiririca.
Tiririca, como surgiu a ideia de sair candidato?
Eu recebi o convite do Partido e fui conversar com minha mãe que achou que a ideia poderia ser boa, porque se for eleito, poderei ajudar as pessoas que precisam.
Por que escolheu o PR para se candidatar?
Porque foram eles que me convidaram.
O que você pode destacar na sua personalidade que pode ajudar na Câmara dos Deputados, caso seja eleito?
O caráter e a vontade de lutar pelo o que é certo, é justo. Na minha vida não consegui nada fácil, mas nunca desiste de lutar honestamente.

Fonte: www.blogs.diariodepernambuco.com.br/politica/

Nenhum comentário:

Postar um comentário