Por dentro das notícias

Páginas

14 de mai de 2011

Esposas de militares e bombeiros reivindicam construção de uma Vila Militar em Petrolina

Representantes da Associação de Esposas de Militares e Bombeiros do Vale do São Francisco reivindicam do governo municipal um antigo sonho: a construção de uma Vila Militar em Petrolina. De acordo com a presidente da associação, Silvana Silva, “a área já foi doada pelo município, quando na gestão do ex-prefeito Odacy Amorim, há mais de dois anos. Mas as casas ainda não começaram a ser construídas porque há um impasse burocrático a ser resolvido na Prefeitura”, declarou. O foco principal, ainda segundo Silvana, é ajudar as famílias de bombeiros e militares que ainda pagam aluguel. “Não conseguimos nos encaixar no Programa Minha Casa, Minha vida porque a renda não é compatível. Então, temos agora que encontrar uma construtora para que possamos realizar um financiamento pela Caixa Econômica Federal”, explicou a presidente. O impasse com o governo precisa ser resolvido para que as famílias consigam construir as suas casas, pois o prazo estabelecido na doação está prestes a ser encerrado. Ao doar o terreno, o município exige que a construção inicie-se em até 36 meses. Caso contrário, o terreno volta para o poder municipal. “Caso a gente não consiga resolver com o diálogo, iremos até o Palácio das Princesas, no Recife, fazer a manifestação que os nossos maridos não podem fazer. Só iremos esperar até julho para obter essas respostas”, anuncia Silvana. A construção do Anexo I do Colégio Militar e a reforma da Policlínica do 5º BPM é resultado também da luta dessa associação. Doze esposas de militares e bombeiros fazem parte da entidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário