Por dentro das notícias

Páginas

24 de set de 2010

Petrolina receberá quatro novas AME’s

                                                                           


Quatro localidades de Petrolina receberão nos próximos meses quatro novas AME’s – Atendimento Multiprofissional Especializado. Os projetos das novas Unidades Primárias de Saúde (UPS) foram entregues na última semana ao prefeito Julio Lóssio e a secretária de saúde do município, Dra. Lúcia Giesta. Entre os bairros que serão beneficiados estão o José e Maria, Vila Eduardo, Henrique Leite e o distrito de Izacolândia, além de áreas circunvizinhas. Outros dois projetos, o da Areia Branca e Cohab Massangano estão sendo aguardados. Agora, o próximo passo é aguardar o processo de licitação.
As próximas AME’s que serão implantadas, seguirão o mesmo modelo da Leonor Elisa, no bairro Dom Avelar, que oferece serviços de promoção, proteção, prevenção e recuperação da saúde, inovando nas políticas de gestão humanizada do Sistema Municipal de Saúde. Cada uma dela funcionará com equipes de Estratégia de Saúde da Família (ESF), com médicos, enfermeiros, agentes comunitários de saúde, cirurgiões dentistas, auxiliares de saúde bucal, técnicos de enfermagem, entre outros profissionais que atenderão em horário ampliado das 7h às 21h, com uma área de abrangência capaz de atender 15 mil pessoas em cada AME.
Entre os serviços oferecidos estão o de clínicas médica, odontológica e de enfermagem, realização de procedimentos, como curativo, nebulização, suturas e pequenas cirurgias, serviços de imunização, dispensação de medicamentos e coleta de exames de patologia clínica e citopatológico. Através do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF) serão ofertados atendimentos com psicólogos, nutricionistas, farmacêuticos, educadores físicos e ginecologistas, juntamente com os serviços de promoção a saúde.
As AME’s também serão equipadas com sistemas de informação, estabelecendo a comunicação online do Sistema de Saúde de Petrolina, o que garante a produção de informações pontuais sobre a epidemiologia local e os indicadores de desempenho e cobertura. Os ambientes serão organizados com insumos e equipamentos suficientes para prestar assistência de qualidade, proporcionando conforto aos funcionários e pacientes. O projeto ainda conta com a implantação de um sistema de segurança eficiente, que possa monitorar o local com o objetivo de reduzir danos ao patrimônio público, bem como garantir segurança dos profissionais e usuários.

Fonte: http://www.carlosbritto.com/

Nenhum comentário:

Postar um comentário